terça-feira, 29 de novembro de 2011

Mesmo sem um motivo aparente¹

Mesmo com o céu cinza
Mesmo com dor de barriga
Mesmo sem um motivo aparente.
Acordei tão bem! Lembrei que a primeira vez que escrevi aqui eram em épocas natalinas. Lembrei da chuva no final do ano. Lembrei de um dia parecido com hoje.
Mesmo sem um motivo aparente.
Percebi que alguns cabelos brancos a mais aparentam dar credibilidade às pessoas. Por isso, espero que acreditem mais em mim, porque meus cabelos brancos não param de surgir. Eu ainda insisto em arrancá-los, mesmo com a pavorosa lenda de que nascem mais três no lugar.
É muita audácia da minha parte completar essas linhas, gastar o tempo dos meus leitores sem ter algo previamente planejado para escrever.
Ainda sou ingênua o bastante ao ponto de querer passar para o papel o cheiro da terra molhada, o som dos chuviscos no telhado.
Voltei a escrever , porque senti saudades de rabiscar o sol, sentir que de alguma forma fiz parte do dia de alguém. Pois é assim que me sinto quando leio os escritos dos meus colegas: fazendo parte de um mundo. Mesmo sem um motivo aparente.




¹ Coloquei esse título para a postagem depois que percebi o número de vezes que repeti essa expressão no texto. Método para contornar a minha falta de habilidade gramatical.

2 comentários:

  1. Pode ter certeza que fez parte do meu dia \o!

    Eu também gosto de escrever assim sem planos, ir escrevendo, viajando...
    Esse negócio de mesmo sem um motivo aparente é engraçado, ás vezes me dá uma alegria tão grande, mesmo sem um motivo aparente hehe

    E eu procuro explicar? Eu mesmo não, sou mais curtir
    Beeeijos e volte a escrever mais! heheh
    =]

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga

    Hoje minha visita é para agradecer
    o presente que é para mim
    a sua amizade,
    e também desejar
    um maravilhoso Natal,
    onde possas encontrar nestes dias
    ainda mais inspiração
    para a alegria de ser feliz,
    e para o milagre de fazer
    quem passa por tua vida feliz.

    Que o teu olhar seja a mais perfeita
    luz do Natal a enfeitar o mundo.

    ResponderExcluir

E então???